Posts tagged ‘play ground’

A VIDA ALHEIA

As telenovelas nada mais são que conversas ilustradas – fofocas com imagens – sobre a vida dos outros. São catárticas ou puro entretenimento?

Desde tempos imemoriais a vida alheia atrai a atenção do distinto público.  O drama pessoal, as brigas familiares, as traições reconciliações, os crimes passionais, as lágrimas e o choro, sempre interessaram aos outros. Num prédio de apartamentos é no play-ground ou na portaria que os moradores analisam e comentam com malícia e despudor os comportamentos dos vizinhos. Pessoas chegam a trocar de endereço por causa de uma fofoca e outros abandonam o lar ao dar crédito a um comentário maldoso e nem sempre verídico sobre seus parceiros.

O interesse pelas novelas é um resquício do tempo em que se tinha muitas horas ociosas e nada para preenchê-las. Tempo em que as pessoas, principalmente mulheres, ao cair da tarde, depois de servir a janta, pegavam as cadeiras e se sentavam em frente da casa e além de observar quem passava e fazer comentários sobre sua roupa, seu modo de andar e de agir na sua vida privada, gozava da fresca vespertina. Ali era um centro de disse me disse, uma eficientíssima mídia. Pontilhados por sorrisos debochados ou olhares cruéis e maliciosos eram criados boatos ou divulgados escândalos familiares e profissionais. Sem pena, reputações eram enxovalhadas, destruídas, com poucas chances de recuperação. Ali se especulava quem traía quem, quem era o verdadeiro pai de quem.  As cadeiras na calçada eram elos de uma longa e venenosa corrente, às vezes alimentada pela imaginação, intrigas espalhadas por sussurros e ou por gritos. Essas fofocas muitas vezes levaram a tragédias e provocaram crises de remorso ou de satisfação pelos sentimentos de vingança atendidos. Choro e ranger de dentes.

Há no ser humano essa irresistível necessidade de elaborar enredos sobre os vizinhos, de preferência bem sódidos. De saborear os dissabores que atingem os outros. Ser vilão completa a personalidade de muita gente. Atores e atrizes adoram interpretar vilões nas novelas porque é sempre sucesso de público. Um presente, dizem eles.

As novelas radiofônicas do início do século XX interromperam por algum tempo esse fluxo de observações maldosas, essa fábrica de constrangimentos ou calúnias sediada nas calçadas. A função passou a ser exercida pelas rádionovelas. Os personagens fictícios e seus dramas supriram a necessidade de se fofocar sem correr o risco de ser injusto ou de provocar crimes ou separações traumáticas. Causar o fim de um casamento feliz, deixando crianças órfãs de pais vivos não deixa de ser um ato criminoso e se produz satisfação para alguns, para outros serão remorsos eternos. Divulgar uma calúnia é, como na sentença de julgamento do rei Salomão, espalhar pela cidade os pedaços da reputação de alguém que jamais poderão ser encontrados e destruídos.

Com o advento da novela radiofônica pela primeira vez as comadres tiveram a deliciosa oportunidade de seguir uma ou várias fofocas sem qualquer sentimento de culpa. Mas só ouvir mexericos não satisfazia, era preciso olhar a cara dos infelizes, ver se coravam de vergonha ou gargalhavam de satisfação e isso a televisão cuidou de providenciar. Não importa se o bandido da novela de março tem a mesma cara do mocinho da de novembro ou se a atriz que faz a filha do milionário sem alma nessa história venha, meses depois, ser a amante do industrial sem escrúpulos. São detalhes.

O importante é ter alguém para merecer amor ou ódio e até mesmo agressões físicas. Isso já sabiam os gregos e os religiosos cristãos quando deram rosto e corpo aos seus deuses e santos. É difícil amar ou odiar o abstrato, xingar ou orar para uma idéia ou conceito. A imagem é tudo. E a televisão é uma fábrica de imagens.

E então o ciclo se fechou. Agora, sentadas em seus sofás, as senhorinhas seguem as novelas enquanto tricotam ou bordam, como faziam quando se sentavam nas calçadas para tomar a brisa e fofocar sobre a vida alheia. Ah, como é bom falar mal dos outros!

Anúncios

14 \14\UTC março \14\UTC 2012 at 11:16 1 comentário


Últimos Posts