RONDA FLORAL

5 \05\UTC novembro \05\UTC 2012 at 14:01 Deixe um comentário

João R da Silva teve sete filhas-mulher

todas com nome de flor.

 

Dália, a mais velha, murchou no galho,

cuidando a vida inteira

da mãe que enlouqueceu após parir Violeta,

a caçula, que é estrábica e dengosa.

Verbena entrou para um convento,

desde pequena era anjo de procissão

filha de Maria

casta e piedosa.

Casou-se com Cristo e se diz feliz.

Margarida e Magnólia, gêmeas idênticas,

tiveram diversos destinos:

Margarida se casou com um plantador de cana

e vive no maior conforto

cercada de empregados e filhos

seus e das outras mulheres do marido;

Magnólia fugiu com um artista

que passava férias na cidade.

Foi infeliz enquanto temeu

as belas mulheres que cercavam seu amado

até descobrir que ele

tinha um amante-homem.

Aí sossegou e viveu em paz.

Amarílis era fogosa e desde menina

pulava janelas/saltava muros/escalava árvores

para se encontrar com os namorados.

O açougueiro José de Souza, insaciável,

apagou-lhe o facho,

fez-lhe tantos filhos

que hoje ela cuida da casa

e da criançada

cheia de dores nos quartos

Já Rosa, a loura desenxabida,

que o povo achava que ia ficar para titia,

desabrochou aos toques de um primo

e depois de sua partida bradou,

Após secar as lágrimas:

Dono, nunca mais!

E se entregou à vida,

*Do livro “Anotações de viagem e outros poemas”, Códice, 1994

Anúncios

Entry filed under: Crônicas.

DESASTRES NATURAIS ANTIGAS CANTIGAS INFANTIS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Últimos Posts


%d blogueiros gostam disto: