ARVOREANDO POR AMOR

2 \02\UTC maio \02\UTC 2012 at 15:23 Deixe um comentário

Mês que vem, no Rio de Janeiro, haverá uma conferência internacional para tentar, mais uma vez, salvar a natureza e consequentemente nosso planeta. A reunião de 20 anos atrás, a Rio 92, deixou como saldo um monumento na cidade e umas ideias viáveis. Foi pouco. Gigantescas árvores, como jequitibás, sumaúmas e siribeiras, continuam sendo derrubadas a todo instante por motosserras e machados para enriquecer uns poucos e diminuir a quantidade de oxigênio para muitos. Essas obras de arte úteis, que a natureza levou às vezes centenas de anos para produzir, são abatidas sem dó nem piedade. Os abatedores não pensam que a cada árvore tombada pioram as condições de sua vida e de seus filhos e netos. Só pensam no dinheiro que vão obter com a venda desses troncos centenários. Nem se lembram que pode ser que daqui a algum tempo, por falta de condições de sobrevivência, não encontrem mais fregueses. A não ser em outros planetas.

O desmatamento indiscriminado é uma ação burra e cruel de extermínio da natureza e da  humanidade. Existem outras ações igualmente suicidas, como a falta de saneamento básico nas cidades, poluição e assoreamento dos rios, lixo doméstico e industrial não tratados, uso abusivo e criminoso de agrotóxicos nas lavouras, enfim, todo um aparato para a elite ganhar seu dinheiro sujo, prejudicando os demais moradores deste planeta agonizante.

De todas as ações contra o meio ambiente a pior é a indiferença e o desejo de não se comprometer dos seres humanos. Ou a ideia que os ambientalistas exageram nas previsões ou a impossibilidade de agir, impedindo o massacre vegetal. E toca a derrubar os lares de pássaros, borboletas, e outros animais. Os administradores públicos fingem não ter nada a ver com isso e cortam árvores seculares a pretexto de urbanizar praças e logradouros, como as da praça de São Pedro, a acácia da praça da Boa Morte (para os gregos a acácia era a árvore da sabedoria, faz sentido o corte), assim como a destruição do que resta de nossa restinga, da mata do Caroara e outros atentados à vida humana. Acham que só os madeireiros selvagens, que derrubam matas pra formar pastos, são os vilões.

Todos os dias vejo passar na minha rua um caminhão basculante atochado de galhos e troncos, um pequeno bosque em pedaços recolhido nas portas das casas. Acabaram-se assim os belos quintais sanjoanenses com suas árvores frutíferas, jambo, abio, sapoti, carambola, manga, goiaba, mamão e outras que atraiam todo tipo de passarinho.Pardais em lugar de sabiás.

Não sou ambientalista ortodoxo, acho que, com racionalidade, o progresso pode conviver com a natureza harmonicamente e lembro sempre a lição dos maias e incas, civilizações poderosas, que se autodestruiram ao não botar um freio nas intervenções humanas na natureza. Gosto muito de plantas, sou descendente de produtores rurais de Pipeiras e Vila Abreu, meus olhos se enchem de luz quando vejo natureza conservada como o nosso belo manguezal. Com fantasmas e tudo.

Não chego ao extremo de conversar com plantas ou abraçar árvores. Tenho algumas em minha casa, na orla do meu quintal buganvílias exibem seus cachos de flores vermelhas de diversos tons, na frente do portão da Casa de Cultura Zenriques um pé de flor de maio – fedegoso – ilumina a sua volta quando floresce amarelouro e no meu jardim reinam três imponentes palmeiras, duas imperiais e outra de espécie diferente, que nasceram ali expontaneamente, e que recebem meu olhar carinhoso e agradecido por existirem. Agradeço por mim, pelos meus filhos e netos e torço para que eles consigam plantar mais árvores, espalhando beleza, sombras e refúgio para pássaros, que saiam arvoreando por aí em benefício da humanidade.

SJB, 02/05/2012

Anúncios

Entry filed under: Crônicas.

NOTAS DO PARAÍSO XXXII ANDANDO PELA CIDADE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Últimos Posts


%d blogueiros gostam disto: