TEMPO BOM QUE PASSOU

10 \10\UTC fevereiro \10\UTC 2010 at 21:05 Deixe um comentário

Quando vi, no Institutohistoriarblogspot.com, dos amigos campistas Hélvio Cordeiro, seu filho Leandro e Enockes Cavalar, fotos do belo prédio do Museu de Campos sendo recuperado senti muita alegria pela recuperação e uma intensa saudade dos tempos em que ali funcionava a biblioteca municipal, que eu freqüentava diariamente quando estudava no Liceu de Humanidades. Um tempo sem responsabilidades a não ser a de estudar, o que, confesso, raramente eu fazia. Por causa da biblioteca e da facilidade com que o adolescente que eu era pegava livros para ler em casa. Eu morava na pensão de meu primo Alfeu Sá, na avenida Alberto Torres, e quando me trancava no quarto com um livro, todos pensavam que estava estudando, e me enchiam de elogios. Cheguei a ser apontado como exemplo, veja só! É que, por ser míope e, consequentemente, ter muita dificuldade em ler o que era escrito no quadro negro, me via obrigado a sentar na fila da frente. Ali não dava para acompanhar a bagunça dos colegas e me vi obrigado a prestar atenção na aula. O que eu aprendia ouvindo era o suficiente para passar de ano. Isso não me tornou um excelente aluno, sempre passei de ano raspando.

Uma outra tentação a meu lado era o cine Goitacá, cuja entrada, por um corredor que também levava ao cinema Coliseu, ficava bem defronte à pensão. Minha mesada, se é que se podia chamar de mesada o que recebia, era pequena e quase não dava para freqüentar cinemas e para assistir filmes – e vi os melhores – e me valia de um colega de sala, filho único, solitário e com dinheiro, que pagava minha entrada para não ir sozinho. Lembro, ou melhor, fechando os olhos vejo nitidamente, a inauguração do cine Goitacá, com sua tela em cinemascope, sensacional lançamento da época. O prédio do cinema, era moderníssimo, com sua enorme e côncava sala, o que permitia uma visão total da tela curva. Na inauguração passou um filme sobre circo, acho que foi “O maior espetáculo da terra”, espetacular, me lembro de ter saído do cinema em estado de graça. Um dos filmes desse início de funcionamento do Goitacá seria “Um fio de esperança”, sobre um desastre aéreo, com uma trilha sonora que nunca esqueci, talvez porque não assisti o filme, se não me engano entrei de férias e vim para a casa de meus pais em Atafona. Só fui ver esse filme muitos anos depois, na TV a cabo.

Voltando ao prédio da praça, espero seja restaurado e não simplesmente reformado, como é hábito se fazer em nossa região. Até os ornamentos arquitetônicos, típicos da época em que foram construídos, devem ser repostos para o prazer de olhar ser completo, mesmo para quem não viveu naquele tempo, beleza não tem idade.

Quando olho as fachadas de muitos prédios antigos em Campos, com suas datas de construção em alto relevo, fico imaginando como seria bela nossa cidade sanjoanense se não fossem destruídos ou deformados os prédios o tempo do porto fluvial. Olhando foto da rua do Rosário, onde funcionou a redação de um dos jornais que meu avô editou, imagino que a cidade seria assim como Paraty, com prédios de riscos arquitetônicos leves, delicados, com donos mais preocupados com sua beleza e funcionalidade.

No meu tempo a Biblioteca Municipal era bem sortida e eu escolhia os livros aleatoriamente, pela sonoridade ou sugestão dos títulos, pois não conhecia os autores – fui ler Machado de Assis muitos anos depois – e formei um cabedal de leitura raro nos rapazes daquele tempo e de hoje. Muito me serviram essas leituras, nos testes para empregos e exames vestibulares, e nunca me apertei com provas de conhecimento geral.

Vejo agora, que nesse tempo gostoso que passou, eu já me preparava para ser escritor. Não profissional, pois são raros os escritores que vivem da venda de seus livros no Brasil, mas preocupado em retratar o povo e a terra onde nasci. SJB, fev/2010

Anúncios

Entry filed under: Crônicas.

O PARAÍBA, DE NOVO. NOTÍCIAS DO PARAÍSO II

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Últimos Posts


%d blogueiros gostam disto: