A COMPLEXA GÊNESE DE UM COMPLEXO

11 \11\UTC janeiro \11\UTC 2010 at 14:10 Deixe um comentário

O sanjoanense tomou conhecimento da possibilidade da construção de um porto off-shore na praia do Açu através de projeto, mostrado ao povo na Câmara Municipal, em 2000, com pompa e circunstância, por Wagner Victer, atual presidente da Cedae, então secretário estadual de Energia, Indústria Naval e Petróleo. O projeto tinha sido apresentado ao então governador Garotinho. Ranulfo Vidigal, ex-prefeito de São João da Barra, e na época presidente da ASEP – Agência Reguladora de Serviços Públicos Concedidos, afirmou que as obras seriam iniciadas naquele semestre, com um investimento de U$ 80 milhões e, modesto, prometeu apenas 10 mil empregos.

Por falar nisso, quantos serão os sanjoanenses, moradores de São João da Barra, que conseguiram alguns dos 20 mil empregos prometidos pelo complexo portuário do Açu?

O porto imaginado por Victer já teria algumas empresas interessadas e a Câmara Municipal se apressou em votar lei concedendo isenção fiscal às que ali se instalassem.

Por falta de parceria o porto, pensado para dar apoio às plataformas marinhas de extração de óleo e gás, não levantou âncora.

Tinha se evaporado a ilusão de o Açu dos Sete Capitães, o ponto mais distante da sede municipal, se transformar em sua redenção econômica através de outro porto. O antigo e movimentado porto flúvio-marítimo, por onde escoavam as riquezas produzidas na região até a chegada da ferrovia, nem recordações deixara. Nada lembra o porto que chegou a receber 75 navios/mês a não ser o cais construído pelo barão de Barcelos, com seu trapiche e suas argolas de ancoragem das grandes pranchas.

Eike Batista, o homem mais rico do país, filho do ex-presidente da mineradora Vale do Rio Doce, Eliezer Batista, tinha passado a vida entre minas e minérios e na hora de optar por uma atividade econômica escolheu exportar minério de ferro. Segundo a revista Carta Capital, em matéria na edição de 30 de julho de 2008, Eike comprou a Tressem Participações, mineradora do banqueiro Daniel Dantas, em 2005, e passou a chamá-la MMX, empresa que faz parte da holding EBX, que controla também a OGX (petróleo) MPX (energia), EBX (entretenimento) e LLX (logística).

A nova empresa passou a deter a posse de mina de ferro em Alvorada de Minas/MG, mas faltava um porto para exportar o minério. Sabedor da demanda, Victer apresentou o projeto do porto ao Eike, que decidiu aproveitá-lo. Dessa vez 20 mil empregos foram prometidos e algumas empresas começam a se instalar no local. Os sanjoanenses que precisam de emprego, porém, lá continuam poucos. E o município, que chegou a ser comparado por um jornal pirado a Nova Xangai, pouco progresso registra.

A mineradora Anglo American comprou 49% da empresa de Batista por U$ 5,5 milhões e conseguiu, em dezembro de 2009, aprovação do pedido de licença de instalação (LI) de um mineroduto com mais de 500 km, que levará as pelotas do minério até a beira mar no Açu, num percurso através dos estados de Minas e Rio de Janeiro.Segundo a revista JB Ecológico, em sua edição nº 95 (dezembro/09), a licença foi concedida acoplada a 87 condicionantes ambientais. Empresa chinesa deverá construir na retro área do porto usina termoelétrica a carvão, combustível extremamente poluidor.

Por outro lado, a OGX, a empresa do Grupo que identifica a presença de petróleo e gás, descobriu hidrocarbonetos no poço 1-OGX – 3. RJS, localizado em águas rasas da parte sul da Bacia de Campos, o que pode significar que o porto deverá ser em parte utilizado para a função original prevista por Wagner Victer, ou seja, apoiar algumas plataformas de exploração de petróleo na Bacia de Campos. A OGX é considerada a maior empresa privada de exploração de petróleo no país.

Assim nasce o empreendimento, que deverá começar a funcionar em 2012, antes do fim do mundo previsto pelos astecas, que fará Eike Batista passar da 61ª para a 60ª fortuna do mundo. E vamos torcer para o progresso enfim chegar à sede do município.

Anúncios

Entry filed under: Crônicas.

conto fonado RELENDO COUTO REYS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Últimos Posts


%d blogueiros gostam disto: