ÁRVORES PARA A VIDA

22 \22\UTC dezembro \22\UTC 2009 at 07:36 Deixe um comentário

Acordo de Copenhague é o documento produzido pela 15.ª Conferência das Partes, entre os dias 7 e 18 de dezembro de 2009, na capital da Dinamarca. O encontro, considerado o mais importante da história recente dos acordos multilaterais ambientais com o objetivo de estabelecer um tratado para substituir o Protocolo de Quioto, vigente de 2008 a 2012, terminou melancolicamente. O próximo será ano que vem, no México.

O Acordo é uma carta de intenções com 12 parágrafos, sem valor legal, metas específicas ou compromissos entre seus assinantes. O documento diz que os países ricos devem diminuir as emissões de carbono e que os países em desenvolvimento, como o Brasil, Índia e China, devem monitorar as suas, mas só o farão se assim quiserem, o que é pouco provável, pois, numa atitude suicida, os países preferem não prejudicar suas economias, mesmo que o mundo tenha, em alguns anos, de enfrentar situações catastróficas, pelo acelerado aquecimento global. A falta de controle das emissões de carbono tem provocado derretimento de geleiras, desertificação e enchentes e mudanças climáticas com elevação da temperatura da Terra. São sinais de alerta.

O Acordo considera crucial a preservação das florestas, atualmente sujeitas a altas taxas de desmatamento. Os únicos países que ainda têm grandes florestas, Brasil e Indonésia, veem o desmatamento avançar criminosamente sem atentar para  as consequências.

Wangari Maathai, líder ambiental queniana e Prêmio Nobel da Paz 2004, presente no COP-15, com seu grupo já plantou mais de 45 milhões de árvores como forma de lutar contra o aquecimento global, muito pouco em relação ao número de árvores abatidas a cada dia. Em entrevista ao jornal carioca O Globo ela alerta: “Quando os recursos se tornarem escassos, as pessoas vão lutar por qualquer coisa que tenha restado.” E sugere o plantio de árvores para lutar contra o aquecimento e lembra que o mundo corre o risco de enfrentar guerras ambientais, como a que ora acontece no Sudão, na África.

No Brasil o último grande gesto em favor da Natureza foi a decisão de D. Pedro II de mandar reflorestar as antigas fazendas de café, criando a Floresta da Tijuca, a maior floresta urbana do mundo na cidade do Rio de Janeiro.

Estudo recente da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), que utilizou dados da Associação Brasileira de Produtores de Florestas Plantadas, propõe que o estado do Rio adote como meta, para os próximos cinco anos, o plantio de 100 hectares de florestas, o que corresponderia a 14% de áreas de pastagens. Não se pode negar que a pecuária extensiva ocupa mais espaço do que devia para alimentar seus bois.

Também há notícia de que se pretende repor a mata ciliar do rio Paraíba. Não em todo  ele, que as águas do delta não mereceram até agora a atenção das autoridades. Como sempre, o privilégio caberá às margens do médio Paraíba. Já é um grande avanço, a mata ciliar é de suma importância para deter o assoreamento do rio.

Vejo, com preocupação, a intenção da municipalidade sanjoanense de erguer nova sede para seus poderes em terrenos na entrada da cidade, junto a bolsões de mata atlântica de restinga, como a São João, Coutinho e Mololô, que mesmo que não sejam abatidas para abrigar o complexo arquitetônico da administração municipal terão em breve suas árvores derrubadas para receber loteamentos, condomínios e residências. Esses bolsões vão até às margens do Paraíba e sua destruição implicará, além da emissão de carbono pelo desmatamento, a destruição do habitat de diversos elementos de nossa fauna, que têm resistido às nossas continuas agressões. Será preciso delmitar um espaço para as construções no entorno dos prédios, evitando a ocupação desordenada e predatória.

De que vale criar o “maior parque de restinga do mundo” se destruirmos as matas ainda existente? Não basta a ameaça que paira sobre a Mata do Caroara?

Anúncios

Entry filed under: Crônicas.

O PARAÍBA, NOVAMENTE RETROSPECTIVA 2009

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Últimos Posts


%d blogueiros gostam disto: